sexta-feira, 20 de abril de 2018

SemaNews: Mr.Smoke BBQ abre loja; Gramado terá casamentos à Vegas; Viva Dominguinhos esquenta Garanhuns


(Fotos: Divulgação Mr.Smoke BBQ; Divulgação Gramado; Mônica Imbuzeiro)


Mr.Smoke BBQ abre na Zona Norte

Até que enfim os fãs do Mr.Smoke BBQ não precisarão mais ficar de olho na agenda de eventos para degustar o maravilhoso Brisket Burguer. A hamburgueria abrirá seu primeiro ponto fixo, na zona norte do Recife. O local escolhido fica nos fundos do nº 76 da Avenida 17 de Agosto, no Parnamirim, com entrada pela rua de trás (Rua Figueira Filho, ao lado da Igreja Presbiteriana). A inauguração é no próximo sábado, dia 21 de abril, a partir do meio-dia. Se você estiver no Recife, não pode deixar de conhecer o hambúrguer do chef Léo Macedo. É fenomenal!

Você nem imagina o quanto o Brisket Burguer é gostoso! (Foto: Juntando Mochilas)




Atração de Vegas em Gramado

Quem nunca sonhou em ir a Las Vegas e casar numa capelinha, com ninguém menos que Elvis Presley celebrando a união? É uma pena que este sonho seja tão caro... Foi pensando nisso que a Dreams Entertainment Group trouxe o conceito para Gramado - RS. Neste mês de maio, começa a funcionar o espaço temático “Casamento dos Sonhos”. Com custos que variam entre R$ 490 e R$ 1.600, você pode ter uma linda cerimônia real e válida, com direito a juiz e tudo, ou uma de mentirinha. Até o figurino está incluído no valor.

Gramado terá espaço temático para casamentos ao estilo Las Vegas Dreams Entertainment Group/reprodução
A capela do Elvis tem até a famosa plaquinha de Vegas, só que com o nome de Gramado. (Foto: Divugação Dreams Entertainment Group).


Garanhuns promove 5º Viva Dominguinhos

Neste fim de semana, o município pernambucano de Garanhuns recebe a 5ª edição do Festival Viva Dominguinhos. O músico, falecido em 2013, tem sua obra celebrada em mais de 30 shows gratuitos em sua terra natal. Entre os artistas que participam da homenagem, Santanna, Jorge de Altinho e o Quinteto Violado garantem que ninguém ficará parado. Vai ser forró até umas horas na Praça Mestre Dominguinhos e na Colunata. Além das apresentações, dez personalidades receberão o Troféu Viva Dominguinhos em reconhecimento pelo incentivo à cultura em Garanhuns.

Santanna canta na Praça Mestre Dominguinhos (Foto: Divulgação Santanna O Cantador)




Nívia Gouveia  é jornalista e travel-writer. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
continue lendo o post

segunda-feira, 16 de abril de 2018

As 10 melhores comidas de rua do Recife

Comida boa e barata, para quem não tem frescura de sentar num banquinho ou no meio-fio e experimentar!
(Foto: Juntando Mochilas).

Quem acompanha o blog sabe que a gente não tem muita frescura pra comer e adora uma boa comida de rua. Fizemos um apanhado das nossas comidas de rua preferidas na cidade e vamos falar delas para você. Os critérios de escolha foram muito simples: tem de estar em funcionamento na atualidade, ficar no Recife e na rua. Tem de tudo na lista. Só não tem uma ordem de preferências. Seria um crime ter de ranquear estas delícias. Confira:


Lima Cocina Peruana - Localizado dentro da Universidade Católica de Pernambuco, este box serve o melhor da culinária do Peru. Peça o Tacu-Tacu, que é o clássico bolo frito de feijão com arroz, com tiras de carne salteadas, verduras flambadas, um molho maravilhoso. Parece coisa de restaurante chique. Você até esquece que está comendo na rua. Para sobremesa, os alfajores caseiros derretem na boca.


Criado no Peru para reaproveitar alimentos em épocas de crise, o Tacu-Tacu tornou-se símbolo da culinária peruana.
(Foto: Juntando Mochilas)


Odisan Temakeria - A Odisan também fica na Universidade Católica, ao lado do Lima. Alexandre e seu filho Patrick são feras no preparo do Temaki do Chef: um temaki enorme, envolto em manta de salmão maçaricado e recheado com arroz, cream-cheese e camarões empanados. São 30cm do melhor temaki que você vai comer na vida! Se achar que não vai aguentar, peça o Chefinho, que tem 'somente' 15cm.


Se você acha que comida japonesa é tudo igual, não conhece o Odisan. (Foto: Juntando Mochilas)



MM Brownie Gourmet - Nada se encaixa tanto no conceito de 'comida de rua' quanto este aqui! O Sr. Marcos Medeiros, todos os dias, produz brownies divinos com os melhores ingredientes, embala direitinho e sai para vender pelas ruas do Espinheiro. A pé! Tem gente que fica a postos, já esperando ele passar. Tem gente que liga pra ele (Fone: 81 99721-6904). O que ninguém quer é ficar sem o brownie, que pode ser recheado com amêndoas, doce de leite, brigadeiro e chocolate belga ou branco. Sentiu o drama?


Além de ser uma simpatia de pessoa, Marcos Medeiros produz e vende brownies a partir da receita tradicional, e que derretem na boca! (Foto: Juntando Mochilas)


RocKebab - O Kebab mais rock'n'roll da cidade funciona em dois endereços: na Estrada das Ubaias (Casa Forte) e no Garage Food Trucks (ao lado da Igreja Matriz do Espinheiro). Serve comida árabe, principalmente Kebabs, que são uma espécie de sanduíche no pão sírio bem fininho, com carnes (particularmente, eu prefiro o vegano, que é feito com falafel, um bolinho frito à base de grão de bico) e legumes e os molhos árabes tradicionais, como o Tahini, feito com gergelim.


A comida árabe ainda não é tão presente na nossa mesa, mas vale a pena dar uma chance, porque é uma delícia. (Foto cedida pelo RocKebab)


Feijoada Brasileira - Funciona todos os domingos, a partir das 10h da manhã, na Praça de Casa Forte. A Chef Thays serve feijoada tradicional e de frutos do mar, ensopado de siri, fava, caldeirada e algo que você nunca imaginou: um bobó de lagosta. Você pode comer lá ou levar pra casa, mas chegue cedo. O bobó de lagosta, por exemplo, acaba em coisa de meia-hora. É incrível!


A feijoada vem bem recheada de carnes e é bem temperada. Digna de um bom almoço de domingo! (Foto cedida pela Feijoada Brasileira).


Caldo de Cana do Irmão - Entre 06:00 e 10:00 da manhã na Praça de Casa Forte é servido o caldo de cana mais refrescante da cidade. O Irmão sai do óbvio e adiciona limão (que não deixa a bebida escurecer e ainda garante o sabor) e um pouco de gengibre, deixando a bebida com a cara do verão. Se você preferir, pode pedir sem o toque especial, mas aí fica igual a qualquer outro caldo de cana do mundo, não é mesmo? Para acompanhar, o Irmão oferece salgados e bolos.


A barraquinha fica estacionada na Praça de Casa Forte, na pista que segue para a Av. 17 de Agosto.
(Foto: Juntando Mochilas)

Sebastião da Canjica - Há 25 anos, de segunda a sexta, a partir do meio-dia, ele sempre está com o seu carrinho na praça Jornal do Comercia ao lado do Shopping Plaza Casa Forte, servindo a canjica mais gostosa da cidade. Não dá pra explicar, mas não parece canjica feita em grande quantidade. A atenção aos detalhes é tão grande, que parece que elas foram feitas para um lanche da tarde de família, em pleno mês de junho, no interior. Irresistível!


Sebastião vende porções unitárias em copo e pratinhos maiores, pra quem é mais guloso ou vai dividir. (Foto: Juntando Mochilas).

Cachorro Quente do Barruada - Há muitos bons cachorros quentes gourmet na cidade, mas nenhum barra o simples, básico e sem frufru Cachorro Quente do Barruada, na Rua Dom Bosco quase de esquina com a Av. Manoel Borba (antes ficava em frente ao Colégio Salesiano). É pão, carne, salsicha, milho, ervilha, batata e catchup. Só! Para acompanhar, vai um suco de fruta da estação. E, se você acha que a clientela é só dos alunos do colégio, errou. É cheio de marmanjo sentado no meio-fio. Tem até alguns ex-alunos querendo relembrar o sabor da infância.


Barruada é lendário no bairro da Boa Vista. Tinha gente que saía de outros colégios só para ir comer lá! (Foto: Juntando Mochilas).


Espetinho Parnamirim do Adriano - Antigamente, ele ficava na Galeria Padre Roma, na Praça do Parnamirim, mas se mudou para a Estrada do Encanamento há alguns anos e agora está na Rua Amaro Lafayette, nos fundos do Sítio da Trindade. Comandado pelos primos Adriano, Mici e Ricardo, o Espetinho é o point da zona norte da cidade, com suas carnes suculentas e cerveja extremamente gelada, de segunda a sábado, das 16h às 22h.


Os espetinhos que mais saem são Mistão, Carne com Queijo e Frango com Bacon. Peça a Ricardo para colocar farofa e creme de alho! (Foto: Juntando Mochilas).

ParaDinha do Acarajé - Numa ruazinha escondida na Tamarineira , uma garagem com a luz acesa é parada obrigatória para quem gosta de acarajé. Suculento, recheado e com o bolinho todo frito por igual, a ParaDinha do Acarajé ganhou o nosso coração e um lugar nesta lista. A ParaDinha funciona às sextas (a partir das 17h30) e sábados (abrindo às 11h30, na Rua São Vicente, 376. Fica quase na esquina com a Avenida Norte. Eventualmente os horários mudam, mas é só perguntar no WhatsApp: (81) 98775-3883.


Nem na Bahia a gente comeu acarajé tão gostoso quanto o da ParaDinha. Se eu fosse você, chegaria cedo, porque ela fecha assim que se acabam os bolinhos... (Foto: Juntando Mochilas).





Menção honrosa - Duas das melhores comidas de rua do Recife não podem fazer parte desta lista, pois não existem mais: os inesquecíveis Porco no Pão, do chefe Duca Lapenda, e o sanduíche Pig Rib, do trailer Moov Food. Ambas as comidas continham pão caseiro com costelinha de porco desfiada e molhos. Cada um mais gostoso que o outro. Ambos fecharam mais ou menos na mesma época. Nós ficamos com saudades, hein?

Em tempo - Talvez vocês tenham percebido que NÃO HÁ SEQUER UM HAMBÚRGUER NA LISTA. Foi proposital. Não dava para escolher somente um. Por estes dias teremos uma postagem só com os nossos preferidos no Recife! Aguarde e confira!




Nívia Gouveia  é jornalista e travel-writer. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.

Jayme Fonsêca Jr. é engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
continue lendo o post

quarta-feira, 11 de abril de 2018

SemaNews: Dança das cadeiras no Turismo; Lula é preso e dólar dispara; MSP inaugurará 6 Estações Turma da Mônica

Turismo brasileiro muda de comando; Lula é preso e dólar dispara; MSP inaugurará 6 Parques da Mônica até o ano que vem.
(Fotos: Divulgação MTurismo; Ricardo Stuckert; Maurício de Souza Produções).


Dança das cadeiras no turismo brasileiro

Nesta semana, foi trocado o comando do Ministério do Turismo, da Embratur e da Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados. O novo ministro do Turismo é o cientista político Vinicius Lummertz, que estava na presidência do Instituto Brasileiro de Turismo - Embratur. Para ocupar o lugar vago, o antigo chefe de gabinete de Lummertz, Marcelo Costa, assumiu o Instituto. Já na Câmara, o deputado federal tucano Rafael Motta assumiu a Comissão de Turismo (CTur), que é responsável por criar e analisar o mérito de normas e aportes ao Turismo Nacional.
Estou tão feliz com a notícia da Estação Turma da Mônica em Olinda, que prefiro nem analisar o que essa dança das cadeiras na política vai representar para o Turismo Brasileiro... (Foto: Maurício de Sousa).


Lula é preso e dólar dispara

Apesar da falta de provas, o Ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva foi preso. Coincidentemente ou não, ocorreu uma alta do dólar a um nível semelhante ao de 2016, quando ocorreu o impeachment da Presidenta Dilma Roussef. Quando fechamos esta edição, a moeda americana chegava a valer R$ 3,4205. A nossa moeda está valendo menos no mercado externo. O reflexo disso será um aumento perceptível não só nos preços das viagens internacionais, mas em todos os produtos cujo preço é atrelado ao dólar. Não é ilusão: sem Lula, o país fica mais pobre.
Com dólar em alta, nossos reais valem cada vez menos. (Foto: Juntando Mochilas).


Brasil terá seis Estações Turma da Mônica

Além do Parque da Mônica já existente em São Paulo, serão abertos mais 6 unidades no Brasil até o final de 2019. É o que anunciou o cartunista Mauricio de Sousa. As estações Turma da Mônica serão diferentes do Parque. Funcionarão em shoppings e terão atrações para toda a família. A primeira unidade já está quase pronta e será inaugurada no Shopping Cerrado, em Goiânia. Ainda neste ano, Olinda também ganhará sua Estação. A previsão da Maurício de Sousa Produções é chegar a 20 Parques em todo o mundo nos próximos anos.
Mauricio de Sousa
Maurício é o cartunista mais famoso do Brasil. Cresci lendo suas historinhas, que ajudaram a moldar o meu caráter e a minha personalidade. Mal posso esperar para ir conhecer a unidade de Olinda! (Foto: Acervo pessoal).



Nívia Gouveia
é jornalista e travel-writer. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
continue lendo o post

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Passeio de catamarã para a Praia de Carneiros

Litoral pernambucano tem muitas opções de belas praias para você conhecer. E com desconto fica ainda melhor!
(Foto: Juntando Mochilas)


Recentemente, publicamos um artigo sobre um passeio de lancha adquirido através de um site de compra coletiva. Se você nunca considerou essa oportunidade, está perdendo tempo. Hoje vamos mostrar um outro passeio que fizemos no precinho há alguns anos. Fomos de catamarã à praia de Carneiros, no município de Tamandaré, litoral pernambucano.
Catamarã é essa espécie de embarcação com dois cascos ligados por um assoalho.
Nós compramos a opção sem transfer e fomos no nosso próprio carro, já que Sirinhaém, de onde parte o passeio, fica a apenas 80Km do Recife. Queríamos ter a versatilidade e a flexibilidade do carro, e não precisar acordar tão cedo para encontrar os outros passageiros. No nosso tempo, acordamos, nos arrumamos e seguimos. É claro que se você não tem carro à disposição, não quer gastar com combustível ou quer beber, é melhor pegar o passeio com transfer. Não era o nosso caso.
O passeio sai do píer de Guadalupe, que se localiza no município de Sirinhaém. O píer tem pouca estrutura, mas você consegue comprar água, refrigerante e cerveja para esperar a hora. Chegue pelo menos 30min mais cedo que o horário previsto para os procedimentos de embarque.


Píer de Guadalupe sobre o Rio Formoso, de onde parte o catamarã. (Foto: Juntando Mochilas)

O catamarã tem estrutura de banheiros, bar e som ambiente. Nem todas as cadeiras ficam na parte coberta, então, se você não abre mão da sombra, precisa ser um dos primeiros a entrar. O sistema de som toca música atual e dançante. Não vá esperando ouvir clássicos. É sertanejo, forró e até uns funks. Dá pra se animar!
Após alguns minutos de navegação, a vista da famosa Capela de São Benedito se descortina ao lado do barco. Muita gente acha que a construção fica à beira-mar. Na realidade ela está na margem do Rio Formoso. O passeio não para na Capela, mas passa bem pertinho e os passageiros conseguem boas fotos com a construção ao fundo.


Capela de São Benedito, que parece ter saído de um sonho, é cenário de muitos casamentos em Carneiros.
(Foto: Juntando Mochilas)

A próxima parada do passeio é em um restaurante de Carneiros, onde os passageiros são orientados a fazer o pedido do almoço e voltam a embarcar no catamarã para atravessar o Rio Formoso de volta até Sirinhaém, onde acontece o banho de lama. Ao que consta, a lama retirada deste lado do rio é medicinal e faz bem para a pele, chegando a ser usada em vários cosméticos. Na dúvida, nos refestelamos de lama!


Essa turma boa estava no mesmo barco que nós. Foi uma tarde de muitas risadas. (Foto: Juntando Mochilas)
Jayme aproveitou a lama e fez um desenho. O bonito foi o bronzeado que ficou depois! (Foto: Juntando Mochilas)
O nariz já não é pequeno, eu ainda fiz uma pontinha... Hahahah! (Foto: Juntando Mochilas)

De volta a Carneiros, uma breve parada em um banco de areia para retirarmos a argila e o barco retorna para o restaurante, onde um prato gostoso nos espera. Faz tanto tempo que eu nem lembro o que escolhemos, mas deve ter sido um peixe... O que eu lembro é que saí de lá bem satisfeita com o passeio e com a comida. Engraçado isso, né? Eu lembro que gostei, mas não lembro o que comi. Na volta, ainda apreciamos os praticantes de windsurf fazendo as suas manobras radicais. Era cada manobra alta, que eu dava gritinhos, achando que eles iriam cair!
Nós indicamos o passeio, que foi operado pela CatamaranTours. É um passeio para toda a família. Não custou caro e cumpriu o que prometeu. Recomendamos!

Esta foi a melhor foto que consegui fazer do windsurfista, porque ele não parava. Era manobra atrás de manobra!
(Foto: Juntando Mochilas)



Nívia Gouveia
é jornalista e travel-writer. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
continue lendo o post

quarta-feira, 4 de abril de 2018

SemaNews: Roda Gigante de Fortaleza; Trem para Guarulhos; VIX tem novo terminal.

Amuse divulgou o projeto da Roda Gigante de Fortaleza; Entrada da plataforma de embarque do trem em Guarulhos; Fachada do novo aeroporto Eurico Aguiar Sales.
(Fotos: Divulgação AmuseBR; Divulgação CPTM; Divulgação Codesa/ES)

Ceará terá atração como a London Eye

Já está em fase de estudos por parte da AmuseBR a mais nova atração de Fortaleza. A cidade ganhará uma enorme Roda Gigante de 100m de altura ao estilo da London Eye. Com 24 cabines climatizadas, a Roda Gigante de Fortaleza comportará até 768 passageiros simultaneamente, durante uma volta completa. Inicialmente, foi anunciado que a atração se chamaria 'Os Óio de Iracema', mas a informação já foi desmentida. A prefeitura garante que tudo não passava de uma brincadeira. O equipamento será instalado na Praia de Iracema, num local conhecido como Espigão do Náutico.
Roda Gigante terá quase três vezes a altura do Cristo Redentor. (Foto: Divulgação AmuseBR).


Metrô de SP chega a Guarulhos

Encontra-se em fase de testes a linha do trem urbano que ligará o Aeroporto Internacional de Guarulhos à cidade de São Paulo. A previsão é que a etapa teste dure 3 meses e entre em operação definitiva na sequência. Com a evolução do sistema, passageiros e funcionários não mais precisarão passar pelo terminal de ônibus do Tatuapé e trocar de modal. Outra melhoria é o tempo total de viagem, que deverá ser de apenas 35 minutos entre GRU e a Praça da Sé. A linha que atende ao aeroporto de Guarulhos é a 13-Jade, ramal de trem da linha de metrô 12-Safira a partir da estação Engº Goulart.
Mapa de rede do Metrô de São Paulo já mostra o novo ramal. (Foto: Divulgação CPTM)


Infraero inaugura novo aeroporto no ES

Após quase 3 anos em obras, foi inaugurado nesta semana o novo aeroporto de Vitória, capital do Espírito Santo. O novo terminal Eurico Aguiar Sales tem cinco vezes o tamanho do anterior e custou cerca de meio bilhão de reais. Os números do novo VIX são impressionantes. As vagas de estacionamento quase triplicaram, o pátio ficou 51% maior. A capacidade de passageiros cresceu em 154%, podendo receber até 8,4 milhões de passageiros por ano. O Governo do Espírito Santo espera atrair mais voos e, consequentemente, mas turistas com a reestruturação do terminal.
A bela praia de Castanheira, em Guarapari, fica na região metropolitana de Vitória. (Foto: Divulgação Setur-ES).


Nívia Gouveia
é jornalista e travel-writer. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
continue lendo o post

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Albergue de Olinda é boa opção no Carnaval e além

Integrante da rede HI, o Albergue de Olinda tem uma ótima localização para quem quer farra ou tranquilidade.
(Foto: Divulgação).


Sabe quando o estresse do dia a dia e a rotina pedem para a gente parar e respirar novos ares, mas a grana tá curta? Fique tranquilo, que isso não é exclusividade da sua vida! A gente também passa por isso e dá um jeitinho de escapar sem ficar muito liso. Para quem mora no Recife, a cidade de Olinda é sempre uma boa opção, graças à sua proximidade. A dica desta semana é para os recifenses que querer fugir do óbvio e para os turistas que vem para Pernambuco.

Naquela hora em que o corpo pede uma pausa, nada como uma rede num bangalô na beira da piscina.
(Foto: Juntando Mochilas).

Um tempo atrás, numa dessas nossas venetas, pegamos umas roupas, colocamos numa bolsa e fomos para Olinda. Procuramos hospedagem e fomos curtir o fim de semana. Escolhemos o Albergue de Olinda, que fica no Carmo, bem em frente ao Fortim do Queijo. O lugar tem a pegada de um hostel, o que nós amamos, mas decidimos ficar numa suíte de casal.

A copa onde é servido o café da manhã tem aquele aconchego de casa de vó no interior. (Foto: Divulgação).

Com uma decoração rústica, cheia de elementos confeccionados por artistas e artesãos locais, o Albergue de Olinda é maravilhoso para quem quer relaxar. É silencioso, tem piscina, o café da manhã é bem gostoso e a praia fica na frente. Um bangalô convida ao bate-papo, a uma partida de dominó, a uma cervejinha gelada. Para quem quer conhecer a terra do Carnaval, não tem melhor. Dobrando a esquina, você estará na entrada do sítio histórico. Vale a pena!

Piscina geladinha para levar embora as más energias! (Foto: Juntando Mochilas).

A serenidade no sorriso de quem gastou cerca de 100 reais pelo casal, para passar um fim de semana neste hostel com piscina. (Foto: Juntando Mochilas).

Depois de um fim de semana assim, quem fica de mau humor? (Foto: Juntando Mochilas).


Nívia Gouveia
é jornalista e travel-writer. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
continue lendo o post

segunda-feira, 26 de março de 2018

Parque das Aves e o fascínio da fauna brasileira em Foz

Dedicado a preservar espécies de aves da fauna brasileira, o Parque das Aves é um verdadeiro santuário, totalmente diferente daquela ideia antiga de zoológico. Um trabalho deslumbrante e uma visita que vale a pena! (Foto: Juntando Mochilas)

Se um estrangeiro me pergunta sobre os lugares do Brasil que ele não deve deixar de conhecer de jeito nenhum, inevitavelmente a minha primeira resposta é Foz do Iguaçu. Com uma estrutura impecável para receber os turistas, desde o executivo exigente até o mochileiro largadão, a cidade não se resume às Cataratas (como se isso fosse pouco) e tem atrações para todos os públicos. A atração que mais me deslumbrou foi o Macuco Safari. Tem matéria no blog. É só clicar aqui! Em segundo lugar, me encantou o Parque das Aves.

É possível interagir com aves que fazem parte da nossa selva e cuja criação em cativeiro é proibida. (Foto: Juntando Mochilas)
O Parque é um santuário com várias espécies da fauna brasileira que foram resgatadas em situações degradantes, como cativeiros clandestinos, sob maus tratos, ou feridas na natureza. Por não terem condições de retomar sua vida em liberdade, foram cedidas pelo IBAMA para um ambiente que muito se assemelha ao habitat natural, mas com todas as condições controladas por biólogos, veterinários e técnicos, que buscam estudar, conservar e perpetuar as espécies. Nesse processo de perpetuação, quase metade das aves já nasceu lá no Parque. 

Além de animais, a mata nativa também é preservada. (Foto: Juntando Mochilas)
Fundado em 1994 pela veterinária alemã Dra. Anna-Sophie Croukamp, o lugar se divide em várias atrações: A Árvore da Vida é inspirada na mitologia nórdica. Na Sala dos Filhotes é possível interagir com os biólogos no momento da alimentação dos pequeninos. Há um covil de répteis, primos das aves no processo evolutivo. Viveiros simulam vários ecossistemas, como o mangue, a Mata Atlântica e o cerrado, sempre com as aves de cada bioma. Se você fizer a visita ao entardecer, pode presenciar os hábitos das corujas. Se for corajoso, pode chegar perto do Casuar, a ave mais perigosa do mundo, de acordo com o Guinness Book. Mas nada será tão intenso e delicado quanto o encontro com as araras.

Elas posam pra foto! Não é incrível? (Foto: Juntando Mochilas)
Num viveiro gigantesco, cercado por araras por todos os lados, o visitante pode interagir com a ave símbolo do Brasil. São dezenas de pássaros, voando em todas as direções, vivendo quase nas mesmas condições que encontrariam na natureza, exceto pela questão do predador. Por terem sido resgatadas já domesticadas, as araras mansas seriam presas fáceis se estivessem em liberdade. No grande viveiro, elas exibem suas cores sem medo, bem pertinho de você. Só não vá se estressar se alguma fizer cocô no seu ombro, hein? Elas foram domesticadas, mas não aprenderam a usar o sanitário...

A placa avisa sobre as condições das aves. Apesar dos maus tratos sofridos, elas são mansas. (Foto: Juntando Mochilas)
Gente do mundo todo visita o Parque das Aves, em Foz do Iguaçu. (Foto: Juntando Mochilas)
A atração funciona todos os dias, das 08h30 às 17h00. Os ingressos custam R$ 45. Estudantes e idosos pagam R$ 22. Moradores de Foz que comprovem residência, pagam apenas R$ 10 para entrar. Se der fome, o Parque das Aves dispõe de um restaurante com vista para o lago dos flamingos. Um almoço sai por cerca de 25 reais, prato individual. Há opções vegetarianas e lanches.
Os viveiros enormes simulam as cindições da natureza. Não há jaulas. Os visitantes apreciam tudo a partir de uma passarela suspensa. (Foto: Juntando Mochilas).

Chegando e saindo

Localizado bem em frente à entrada do Parque Nacional do Iguaçu (lado brasileiro das Cataratas), o Parque das Aves pode ser visitado no mesmo dia em que você for conhecer as quedas d'água. Você pode ir por conta própria, se estiver de carro na cidade, mas, se  não estiver, recomendo que contrate os serviços de uma agência e, neste caso, duvido que você vá encontrar empresa mais credenciada que a Loumar Turismo. Quando eu fui, cheguei a cogitar que sairia mais barato pegar táxi. Ao chegar no local, percebi que os táxis não seriam uma boa opção, pois o parque fica distante da cidade e simplesmente não há táxis para voltar, ou seja, você até consegue ir, mas não volta. Também há o ônibus da linha 120 (Parque Nacional - Centro), ao custo de R$ 3,45 cada trecho. É uma opção se você tiver bastante tempo disponível e disposição para caminhar e esperar no frio. Sim, em Foz é frio!

Tucano ostenta seu bico e suas cores no viveiro das matas tropicais. (Foto: Juntando Mochilas)
A Loumar tem duas opções de valor. Ou você paga 60 reais pelo transfer de ida e volta ao Parque Nacional (Cataratas + Parque das Aves), ou paga 189 reais por um serviço chamado Transflix e tem transporte livre para várias atrações de Foz, Ciudad Del Este (PAR) e Puerto Iguazú (ARG) durante 7 dias. Esta valor ainda pode ser dividido em 10 vezes sem juros. Honestamente, eu acho que compensa, porque é tanta coisa linda, que você vai querer conhecer tudo. Vai por mim!

Na entrada do Parque das Aves você nem imagina que tem tanta coisa linda pra ver dentro! (Foto: Juntando Mochilas)

Leia também:

Macuco Safari: o passeio mais inesquecível de Foz do Iguaçu
Puerto Iguaçu: a Argentina além dos free-Shop
Sobrevivendo a Ciudad del Este
Parque zoobotânico da Caatinga - Petrolina


Nívia Gouveia
é jornalista e travel-writer. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
continue lendo o post


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo
design + código gbml