sábado, 20 de junho de 2015

Museus pouco conhecidos do Recife

Retrato de nosso passado escravocrata exposto no Museu do Homem do Nordeste
De alguns anos para cá, a capital pernambucana ganhou ótimos equipamentos culturais, muitos deles próximos uns dos outros e concentrados na área de maior interesse turístico da cidade: o Bairro do Recife. Um deles é o Paço do Frevo, que veio para cobrir uma lacuna na cidade que não tinha um espaço dedicado ao seu ritmo maior. A Caixa Cultural é outro local que tem trazido ótimas exposições para o Recife Antigo. Mais recentemente inaugurado, o Cais do Sertão faz o turista viajar para os extremos de nosso Estado, mostrando que das regiões mais áridas surge uma cultura singular e universal, muito além das mazelas oriundas da seca.
Apesar desses novos museus, o Recife possui muitos outros. Alguns até pouco conhecidos pelo grande público, mas que merecem uma visita.

Museu do Homem do Nordeste

Localizado no bairro de Casa Forte, o museu traz um panorama histórico, étnico e social do povo nordestino, se tornando um espaço fundamental para quem quer conhecer o desenvolvimento antropológico da região. Com um acervo 15.000 objetos, você verá desde itens de uso doméstico do século passado até moenda de cana-de-açúcar, passando por instrumentos de tortura escrava e peças sacras. Infelizmente o número de visitantes não está à altura da importância do museu.

Tapeçaria e peças pertencentes a residencias de alto padrão do passado

Manifestações culturais

Manifestações religiosas do Nordeste
Clique aqui para ir ao site do museu

Museu do Estado de Pernambuco

Situado num antigo casarão localizado na Avenida Rui Barbosa, bairro das Graças, o local reproduz a moradia de uma família da alta sociedade pernambucana. Destaque para a sala de jantar com a mesa posta, composta de vários talheres da época, e um lustre gigante no teto. Além do casarão, o museu dispõe de uma pinacoteca, de um café e de uma livraria. Recomendo fazer a visita guiada, que custa apenas R$5,00.

A área externa do casarão impressiona

Retrato de Dom Pedro II e esposa, ambos ainda jovens

Detalhe de imagem sacra com dedos arrancados. Era costume fazer isso quando os pedidos não eram atendidos pelo Santo.

Mesa de jantar, conforme era posta no final do século XIX

Clique aqui para ir ao Site do Museu

Memorial Chico Science, Luiz Gonzaga e Casa do Carnaval

Três pequenos espaços localizados no Pátio de São Pedro, mas muito interessantes para ingressar inda mais na cultura de nosso Estado. O primeiro não necessariamente funciona como museu, mas como um espaço de interação e consulta para os interessados no movimento Mangue Beat. Vídeos, livros e revistas que influenciaram (e retrataram) o movimento estão disponíveis para consulta. E a história de Francisco de Assis França, o Chico Science, está contada nas paredes.

Leia também: O Recife de Chico Science

O espaço Luiz Gonzaga também tem a mesma função, porém dispõe de material histórico exposto para os visitantes. Discos raros, gravações e objetos que representam a temática nordestina tão cantada nas letras do Rei do Baião encantam os visitantes, apesar do pequeno espaço. 

No mesmo pátio está a Casa do Carnaval, com a mesma proposta do Memorial Chico Science de ser um espaço para pesquisa sobre o carnaval, bem como outras manifestações culturais típicas do Nordeste, como os festejos juninos e o Natal.

Espaço Cultural Chico Science

Detalhe do Espaço Luiz Gonzaga

Discos antigos do Rei do Baião
Essa postagem faz parte de uma Blogagem Coletiva com diversos blogueiros de Viagens mundo afora, com o tema "5 atrações lado B da sua cidade predileta". Segue abaixo os links das outras postagens:

O lado B da gastronomia portenha
Programação lado B de Londres: Cinema-noitada
Atividades lado B em Havana
5 atrações desconhecidas dos parques da Disney
O lado B de Sampa
5 atrações subestimadas do parque da Disney
Atrações lado B de São João Del Rey
O lado B do Panteon, em Roma
#ladob #blogagemcoletiva #viagemladob

Leia também:

12 curiosidades que você provavelmente não sabia sobre o Recife
09 curiosidades que você provavelmente não sabia sobre Olinda
O Recife de Chico Science
Recife e seus encantos mil
Olinda para se encantar

E não esqueça de fazer sua cotação de seguro de viagens com o nosso parceiro Real Seguros. É mais barato do que você imagina e, comprando em nosso link de vendas, você ajuda nosso blog a se manter vivo sem gastar nada a mais com isso. Clique aqui e saiba mais.


Se busca por hospedagem, pesquise em nosso buscador do Booking. O site, que também é nosso parceiro, para ao blog uma comissão por hospedagem fechada que são pesquisadas no box presente em nosso site, ou seja, mais uma ajudinha que você nos dá sem precisar desembolsar nada a mais por isso




José Jayme
engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
Comentário(s) pelo Facebook:

1 comentários:

  1. Nunca tinha ouvido falar em nenhum! Recife está no topo da minha wishlist de viagem no Brasil, vou ter que correr então!!! Bjs!!

    ResponderExcluir


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo
design + código gbml