segunda-feira, 11 de junho de 2018

TOP5: Hostels da gringa


A economia de se hospedar em um hostel pode fazer toda a diferença num orçamento de viagem, mas não dá pra pensar só no preço. Quer saber qual é o nosso TOP5 de hostels fora do Brasil? Continue lendo este artigo!
(Foto: Juntando Mochilas)

Dia desses, um mochileiro amigo meu me perguntou se a gente sempre fica em hostel quando viaja e quais foram os melhores albergues em que a gente já se hospedou no mundo. Achei que o tema daria um artigo interessante e cá estou eu montando o meu TOP5. Escolhi cinco propriedades fora do Brasil, porque depois vou produzir um só sobre os hostels brasileiros. Espero que se empolguem para viajar!

5. Auberge de Jeunesse d'Artagnan (80, Rue Vitruve. Paris, França)

Como não tínhamos blog na época, não atentamos em tirar fotos do albergue, só da placa que mostrava o caminho até ele na estação do metrô. (Foto: Juntando Mochilas)

Apesar de os banheiros nos quartos não terem privada, esse hostel faz parte do Top5 pela sua estrutura. Para usar a privada é preciso descer até o térreo. Pode parecer estranho, mas é o padrão construtivo de Paris. Fazer o quê? Os quartos são privativos, com camas confortáveis, o espaço é bem aproveitado e o bar é animado. Os funcionários são um pouco estúpidos, mas eles são parisienses. O que mais se pode esperar, não é mesmo? Para saber mais sobre este hostel, clique aqui.



4. V&S HostelClub (Viamonte, 887. Buenos Aires, Argentina)

A sala do V&S serve como cineclube, mas o melhor é a vista da varanda! (Foto: Juntando Mochilas).
Localização imbatível em Buenos Aires! Este hostel lindo fica exatamente no meio do caminho entre o Teatro Colón e as Galerias Pacífico. Dá pra ir a pé para as principais atrações da cidade. Para os preguiçosos, tem metrô a 280m (estação Lavalle). O café da manhã não é tão completo, mas dá pra forrar legal até a próxima tentaçã... Digo, refeição. Para acessar a página deste hostel, clique aqui.


3. Circo Hostel Asunción (Manuel Gondra com Mariscal Lopez. Assunção, Paraguai)

Localizado em uma antiga estação de trens, o Circo convida os hóspedes a 'não dormir'. Genial!
(Foto: Juntando Mochilas).
O local já foi estação de trem, estação de rádio e agora abriga um dos melhores albergues do mundo! Tudo lá lembra um circo mambembe. O bar fica num vagão e é aberto ao público externo. E lota! O cenário é tão bonito que aproveitamos para fazer centenas de fotos, que até hoje utilizamos no material oficial do blog. Leia mais sobre este albergue clicando aqui.


2. Las Musas Hostel Madrid (Calle Jesús y Maria, 12. Madri, Espanha)

Localização, instalações, cozinha aberto aos hóspedes e programação variada garantiram o segundo lugar para o Las Musas.
(Foto: Juntando Mochilas).
A apenas um quarteirão da estação de metrô Tirso de Molina e a 700 metros da Puerta del Sol, o Las Musas é todo moderno. Quartos e banheiros sempre muito limpos. Na recepção, um quadro de avisos mostra as atrações imperdíveis e está sempre atualizado. Os funcionários também podem ajudar, se você precisar de boa programação. Foram eles quem nos indicaram o free-walking tour, o bate e volta a Toledo, o festival de paella, o melhor local para assistir à final da Eurocopa e onde ir para ver a seleção espanhola vencedora desfilar em carro aberto. Aqui está o site do Las Musas.

1. Wombat's City Hostel Munich (Senefelderstrasse, 1.  Munique, Alemanha)

Este jardim interno, para onde confluem todas as áreas do hostel, é também a vista dos quartos. Incrível!
(Foto: Juntando Mochilas)
O primeiro lugar fica com o Wombat de Munique, por tudo! Que estrutura! Que equipe! Que quartos! Que área de convívio! Que drinque de boas vindas! Que localização! Melhor hostel do mundo, entre todos os que já utilizamos. Como dizem os alemães, Zupper! Ao lado da estação HauptBahnHof (terminal) de Munique, fica a menos de 20 minutos de caminhada da HofBräuHaus, a cervejaria símbolo da cidade e onde acontece a Oktoberfest. Para acessar a página do hostel, clique aqui.


Leia o nosso artigo exclusivo sobre o Wombat's City Hostel Munich clicando aqui.




Nívia Gouveia é jornalista e travel-writer.
Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, Nívia pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
Comentário(s) pelo Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo
design + código gbml