quinta-feira, 27 de julho de 2017

SemaNews: Voo Condor Munique - Recife; BA cria rota do chocolate; Orquestra indígena toca em Cuiabá.

Novo Voo Munique - Recife; BA cria Estrada do Chocolate; Orquestra indígena toca em Cuiabá.
(Fotos: Juntando Mochilas; Divulgação Chocolates Mendoá; Divulgação Povo Chiquitano).

Condor ligará Recife a Munique

A partir do mês de novembro, a Condor Airlines passará a oferecer um novo voo entre Recife e a capital alemã da cerveja. A operação começa no dia 07/11 e sai de Munique às segundas-feiras, retornando do Recife às terças. Com a nova frequência, a companhia aérea mais popular da Alemanha transfere para a quarta-feira o já consagrado voo entre Recife e Frankfurt. Agora ficou ainda mais fácil conhecer o moderno museu da BMW e a tradicional cervejaria Paulaner, patrocinadora da Oktoberfest, todos sediados em Munique. Ein Prosit!
Condor ligará Recife à capital alemã da cerveja! Ein Prosit! (Foto: Juntando Mochilas).


Bahia cria rota do chocolate

Os chocólatras já sabem que sua próxima viagem será pela Estrada do Chocolate. A novidade foi divulgada no 9º Festival Internacional do Chocolate e Cacau, no último final de semana, em Ilhéus. O Governo da Bahia lançou um roteiro percorrendo as fazendas de cacau às margens da BA-262, que já deve estrear em agosto. O passeio inclui banho de cachoeira, visitas aos cacaueiros e fábricas de chocolate artesanal, entre outras delícias. Para promover a Rota, a Secretaria de Turismo baiana levará seus melhores chocolates para distribuir entre os agentes de viagem na 45ª ABAV, que acontecerá de 27 a 29 de setembro, em São Paulo.
Município de Ilhéus é o ponto de partida da Estrada do Chocolate, na Bahia. (Foto: Divulgação Prefeitura de Ilhéus).


Orquestra indígena se apresenta em Cuiabá

Amanhã, 28 de julho, o Sesc Arsenal de Cuiabá, recebe a apresentação da Orquestra de Violinos Chiquitano. No repertório, além de músicas sacras e barrocas, a Orquestra toca canções tradicionais de seu povo, como o curusse e as chovenas, sob a batuta do maestro Lórgio Martinez Pereira. A entrada para o espetáculo é gratuita. O grupo foi criado para fortalecer a identidade dos jovens da aldeia Chiquitano, localizada no município de Porto Esperidião, em Mato Grosso. No Brasil, a etnia tem menos de 500 índios é discriminada por habitar a região de fronteira com a Bolívia. Os chiquitanos não se reconhecem como um povo e, “desaldeados”, acabam indo morar na cidade.
Jovens Chiquitanos tocam em instrumentos clássicos os sons do seu povo. (Foto: Territorioscriativosmt.com.br).



Nívia Gouveia
é jornalista, travel-writer e professora de língua portuguesa. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
Comentário(s) pelo Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo