terça-feira, 27 de setembro de 2016

Munique além da Oktoberfest

Marienplatz e a prefeitura de Munique. Símbolos da cidade

Munique é uma daquelas cidades que “sofrem” pelo fato de só ser muitas vezes lembradas por uma festa. Assim como Pamplona na Espanha é bastante citada apenas pelo festival de San fermin (se quiser saber mais a respeito, clique aqui) e Campina Grande vem a mente de muitos devido a Festa de São João (querendo saber sobre a cidade além da festa, clique aqui), Munique tem a fama de acolher a mundialmente famosa Oktoberfest. Porém, a cidade tem muito a oferecer além do evento. Tem Cerveja o ano todo, sim! Mas tem muita coisa legal para ser feita na capital da Baviera.

Como chegar

Não existem voos diretor para a cidade. Um dos mais próximos que temos conhecimento é o da Condor com saídas de várias capitais do Nordeste e do Rio de Janeiro, com destino a Frankfurt (já falamos de nossa experiência com esse voo, basta clicar aqui para saber mais – EM BREVE), e de lá você pode pegar um voo local, um trem ou mesmo ir de carro em direção ao sul da Alemanha.

Onde ficar

Jardim de inverno no centro do hostel: arborizado e longe do frio

Em nossa estadia de quatro dias em Munique, ficamos hospedados no Wombats Munique e temos um artigo exclusivo sobre nossa experiência no hostel (clique aqui para saber mais)

Atrações

São muitas e iremos destacar as principais aqui:

Englischer Garten

Muito verde cerca do Englischer Garten

Principal parque da cidade, ótimo para uma caminhada em família, mas sem muitas atrações em especial. Não deixe presenciar uma das atrações mais inusitadas que já vi: o surf de rio. Em um trecho artificial do rio Isar, a saída de água forma uma curiosa e imóvel onda de 1 metro bastante popular entre os surfistas que, ruim ou bom, é a única opção por perto. Também não deixe de visitar a Torre Chinesa (Chinesischen Turm) ótima parada para comer e tomar uma cerveja em um dos mais tradicionais biergatens da cidade. E por falar em cervejas....


Cervejarias de Munique

Tomar cerveja ao ar livre é a pedida

São várias e muitas delas dispõem de Biergatens (ou “Jardins de cerveja” onde pode-se tomar essa iguaria ao ar livre). Fizemos um artigo a respeito das principais cervejarias para se visitar em Munique, basta clicar aqui para saber mais.

Praças de Munique

Karlsplatz: cada praça, uma história

Existem diversas na cidade e todas, mesmo as mais simples, tem histórias bem legais. Tanto que fizemos um artigo somente para falar sobre elas, basta clicar aqui para saber mais.




Viktualienmarkt

Sim, comer e beber. O mercado é o lugar!

Se você não for fã de mercados pode passar direto dessa sugestão. Não será dos melhores que você visitará: é pequeno, fica ao ar livre e tudo o que você encontrará aqui pode encontrar em outros lugares da cidade. Porém, para mim, todos os mercados do mundo merecem ser visitados e se você for do meu time, inclua mais esse na sua lista.
Preços bons, várias opções de comidas e bebidas, guloseimas e mesmo temperos caso queira levar alguns para casa. Mesas para sentar ou apenas para servir de apoio tem aos montes. Nem preciso falar das cervejas, que aqui (como em toda a cidade) existe em abundância mas que também tem opção de vinhos. Ótimo passeio do tipo “quero ir onde os locais vão”.

Campo de concentração de Dachau

Uma triste página da nossa história

Distante 2h de carro de Munique (mas facilmente acessível de trem), a cidade de Dachau mantém a estrutura de um antigo campo de concentração nazista. Fizemos um artigo completo falando sobre nossa experiência nesse passeio, clique aqui para saber mais. É um passeio do tipo bate-e-volta que dá para ser feito em um dia.


Também não deixe de ver...

Tem duas atrações que não fomos mas que sempre são citadas em guias e dicas de outros blogueiros como indispensável: O Allianz Arena (estádio do Bayer de Munique) e o museu da BMW. Se quiserem saber porque não fomos, é simples: nem somo fãs de futebol, nem de carros. Mas a resposta pode ser outra: iremos quando voltarmos a cidade que, a propósito, merece uma nova ida.

Para chegar na Alemanha vindo do Brasil, a Condor Linhas Aéreas é uma das melhores opções, com voos semanais partindo do Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife direto para Frankfurt, sem escalas. Se quiser fazer uma cotação e já sonhar com mais essa viagem, clique aqui.

Leia também:

A Oktoberfest de Blumenau
Campo de Concentração de Dachau
Praças de Munique e suas histórias
Hostel em Munique

E não esqueça de fazer sua cotação de seguro de viagens com o nosso parceiro Real Seguros. É mais barato do que você imagina e, comprando em nosso link de vendas, você ajuda nosso blog a se manter vivo sem gastar nada a mais com isso. Clique aqui e saiba mais.

Se busca por hospedagem, pesquise em nosso buscador do Booking. O site, que também é nosso parceiro, para ao blog uma comissão por hospedagem fechada que são pesquisadas no box presente em nosso site, ou seja, mais uma ajudinha que você nos dá sem precisar desembolsar nada a mais por isso.



José Jayme
engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
Comentário(s) pelo Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo