segunda-feira, 21 de julho de 2014

O Romantismo da Rota 02 - De Würzburg à Wallerstein

Marienplatz
Passamos pela maioria das cidades da Rota. Infelizmente não aproveitamos bem as melhores, mas conseguimos ver um pouco de tudo. Aqui vão algumas impressões delas:

Würzburg - Primeira da rota. Merece um passeio pelo centro, atravessando a Marienplatz (Praça de Maria) contemplando a Marienkapelle (capela de Maria) e seguindo até a ponte sobre o rio Main, com vista para a Fortaleza de Marienberg no alto de um morro. Se houver tempo, recomenda-se subir até lá. Outro passeio bastante indicado (mas que infelizmente não fomos) é para a residência do príncipe Bispo, Patrimônio Cultural da Unesco.
Por ser uma das maiores e mais bem estruturadas cidades da Rota, você pode aproveitar Würzburg para comprar mantimentos básicos como água, comida e coisas do tipo.
Marienkapelle

Ponte sobre o Rio Main.

Ponte sobre o Rio Main

Ponte sobre o Rio Main

A cidade tem bastante opções de comida.
Atenção: saindo de Würzburg para Tauberbischofsheim você corre sério risco de ser jogado pelo GPS para a Autobanh (autoestrada de alta velocidade) e perder o acesso à cidade. Isso não aconteceu só conosco, mas também com outros blogueiros, como descobrimos durante as pesquisas para este artigo. Muito cuidado nesse trecho. Depois de mais de 40km perdidos rodando, conseguimos chegar à cidade seguinte.

Tauberbischofsheim - Primeira das cidades que farão você se sentir em uma pintura de museu. Seu centro é muito bem cuidado com uma bela torre, fontes floridas e vários cafés. Mas calma, não deixe tanta beleza consumir seu tempo, pois há muitas outras cidades pela frente.

Tauberbischofsheim e seu belíssimo centro
Lauda-Königshofen - Com acesso por uma  pontezinha sobre o rio Tauber, a cidade em si é bonitinha, mas não tem muito o que se ver. Seu grande apelo turístico é a vitivinicultura. De cara você verá muitos vinhedos. Aproveitamos para conhecer a vinícola Johann August Sack, por indicação do CIT da cidade e por ser uma das mais próximas da entrada da cidade.

Centro de Lauda-Königshofen
Vinícola

Vinícola
Bad Mergentheim - Vale um passeio pelo centro e pela área comum do Castelo dos Cavaleiros da Ordem Teutônica. Existe uma área muito bonita por trás do castelo, com bosques e um rio. Andarilhos com tempo de sobra irão amar. Como um trecho da ciclovia passa por dentro do parque, os que estão fazendo o trajeto de bicicleta têm o privilégio de entrar na cidade pelo Castelo.

Bad Mergentheim
Bosques que pedem uma caminhada.


Ponte sobre área verde.

Estrutura com restaurantes e lojas no meio do parque.
Privilégio para quem vem de bicicleta.
Weikersheim - É partir daqui que começamos a perceber que as belíssimas praças com cafés e vista para os mais belos e charmosos prédios em arquitetura alemã são uma constante da Rota. Mas o que se destaca em Weikersheim é um imponente castelo renascentista com um extenso jardim ao estilo de Versailles e a entrada da cidade através de uma torre, que também serão comuns em outras cidades daqui pra frente.


Castelo.

Típico restaurante no centro.

Entrada da cidade.
  
Detalhe das cores das casas

Parada no jardim para descansar.
Röttingen - Até tentamos conhecer a cidade, mas estava chovendo e fazia um frio congelante, apesar de estarmos em pleno verão europeu. Vimos um centro medieval com casinhas charmosas, uma fortificação bem preservada e nada mais. Voltamos correndo para o aquecedor do carro, com os dedos roxos de frio.


A chuva não impede de tirarmos pelo menos uma foto.
Creglingen - A cidade é conhecida como um local para descanso. Caso ainda queira parar um pouco por aqui, merece destaque a Igreja Herrgott e, particularmente, algumas estátuas de uma mãe segurando seu filho ao lado da igreja que podem parecer reais aos mais desatentos.

Detalhe da estátua em um dos jardins.
Rothenburg ob der Tauber - Se você ainda não caiu na real de que está na Alemanha, esse problema acaba aqui. A mais bela de todas a cidades, segundo muitos viajantes que já passaram pela Rota, Rothenburg ob der Tauber é uma das cidades medievais mais bem preservadas da Alemanha e deve ser incluída como ponto de dormida, independente de quantos dias tenha escolhido para fazer o trajeto.
Caminhe pelas ruas sem compromisso, se deixando perder por entre as vielas e becos, ou mesmo pela muralha que ainda cercam a cidade. Coma em algum dos maravilhosos restaurantes baratos da cidade. Visite seus castelos e igrejas.
Com uma forte tradição natalina, a cidade possui lojas que vendem artigos do gênero o ano todo, e ainda um museu do Natal. Não deixe de provar o Schneebälle (bola de neve), biscoito frito dentro de uma fôrma esférica, com uma cobertura doce e bem saborosa. Além de ser um ótimo lanche, os alemães também usam esses biscoitos para enfeitar árvores de Natal. Vai entender!

Anoitecer em Rothenburg

Vista da rua em frente da nossa hospedaria

Centro de Rothenburg

Centro de Rothenburg

Schneeballen. Não deixe de provar.

Jantar de primeira com preço acessível.
Schillingsfürt - Estancia para descanso, cujo único atrativo – o Castelo Barroco dos Príncipes de Hohenlohe-Schillingsfürst – fica no topo de uma afastada montanha. Se não tiver tanto tempo e nem agendou a visita, pode passar adiante.

Feuchtwangen - Cidade simples com centro urbano muito bonito e convidativo. Vale uma pausa para a cerveja se tiver tempo sobrando.

Dinkelsbühl - A cidade tem o mérito de ter o centro medieval mais bem preservado da Alemanha. Merece uma visita a Catedral de St. Georg em estilo gótico, com uma bela nave.

Centro de Dinkelsbühl.

Centro de Dinkelsbühl.

Belíssima nave da igreja de St. Georg
Wallerstein - Nos guias se fala muito do Monumento à Santíssima Trindade existente no centro da cidade. Fomos até ele, olhamos e seguimos adiante.


Monumento à Santíssima Trindade

Significado da inscrição no monumento (vídeo)

Uma boa opção para chegar na Alemanha vindo do Brasil são os voos da Condor Airlines que partem de Recife, Fortaleza e Rio de Janeiro sem escalas para Frankfurt. Você desce a menos de 120km de Würzburg, onde a rota se inicia. Clique aqui para fazer uma cotação

No próximo artigo, daremos continuidade as cidades até o final da Rota.

Vídeos:

Rota Romântica (Parte 01)

Rota Romântica (Parte 02)


Leia também:

O Romantismo da Rota 01 - Visão Geral
O Romantismo da Rota 03 - De Nördlingen à Füssen 
Comentário(s) pelo Facebook:

3 comentários:

  1. É a segunda pessoa de que leio o relato dessa Rota Romântica e já tá entrando na minha lista de desejos. Com direito ao doce bola de neve e tudo mais! :D
    Só uma dúvida: a única forma de fazer esse passeio é de carro/excursão ou tu conhece outra forma?

    Valeu!

    ResponderExcluir
  2. Muito legal a experiência. Uma dúvida, em Rothenburg ob der Tauber vocês pegaram uma pousada onde o carro ficava dentro da cidade? Vocês tem o nome da pousada? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tobias,
      Deixamos o carro dentro da cidade, para ser mais preciso em uma rua lateral indicada pelo proprio proprietário da pousada. Ficamos na Pension Birgit, um Bed & Breakfast

      Excluir


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo