terça-feira, 3 de abril de 2012

Milhas à parte - Uma forma complementar de baratear suas passagens

Milhas aéreas sempre foram uma ótima forma de economizar
Se listarmos os gastos de uma viagem, entre transportes, hospedagens, alimentação e demais, veremos que o item Passagem de Avião estará sempre no topo da lista como o mais dispendioso. Percentualmente falando, a importância desse item cai quando o período de estadia é longo, mas quase sempre ele é o maior vilão do orçamento de viagem.
Logo, todo e qualquer esforço para diminuir o custo da passagem trás bons resultados. Uma redução de, por exemplo, 10% no preço de uma passagem pode significar uma economia na casa dos R$500,00, valor que sobraria para muitas outras coisas.
Dentre as várias táticas para se baratear o preço das passagens, uma delas é o uso das milhas aéreas, que você pode juntar realizando viagens de avião ou em programas de pontos de seu cartão de crédito, entre outras opções. De início nossa ideia é usar as milhas para ir do ponto onde estamos até nosso destino final, porém as milhas podem ser usadas de forma paliativa, barateando o preço final ao invés de tornar a passagem gratuita, fazendo um meio termo.
Como exemplo, li em um site de mochileiros que as opções de viagem para os Estados Unidos partindo de Bogotá são bem mais baratas, pois a demanda de voos daquela cidade para a América do Norte é grande. Sendo assim, uma pessoa que não possui milhas suficiente para ir aos EUA, porém tem em quantidade para ir a qualquer ponto da América do Sul, pode viajar até Bogotá com as milhas e, de lá, partir para os EUA pagando mais barato pela passagem.
Nós, por exemplo, já fizemos esse tipo de manobra: em uma viagem a Espanha e, 2012 partindo de Recife, veja como ficou nossa comparação de preços para o mesmo período (dois passageiros:

Trecho: Recife – Barcelona
Empresa: TAP
R$ 4.479,00

Trecho: São Paulo – Barcelona (considerando o trecho 'Recife – São Paulo' utilizando milhas)
Empresa: Singapore Airlines
R$ 3.846,00

Diferença: R$ 633,00


Clique aqui e leia mais sobre nossa experiência viajando pela Singapore Airlines

Como São Paulo tem uma demanda de voos maior que Recife, a probabilidade de encontrar passagem mais barata saindo de Guarulhos é grande e a pesquisa só confirmou isso.
Vale salientar que possíveis atrasos e cancelamentos no primeiro trecho do voo (com milhas) podem prejudicar o sucesso desse planejamento. Para amenizar isso, vale a pena escolher um voo que chegue com bastante antecedência da saída do seguinte, levando sempre em consideração o tempo mínimo de embarque estipulado.


Leia também:

Mais dicas sobre juntar milhas aéreas
Roteiro de viagem 02: O planejamento
Como funciona o Stopover

E não esqueça de fazer sua cotação de seguro de viagens com o nosso parceiro Real Seguros. É mais barato do que você imagina e, comprando em nosso link de vendas, você ajuda nosso blog a se manter vivo sem gastar nada a mais com isso. Clique aqui e saiba mais.
Se tiver dúvidas sobre seguro viagem, leia nosso artigo a respeito clicando aqui

Se busca por hospedagem, pesquise em nosso buscador do Booking. O site, que também é nosso parceiro, para ao blog uma comissão por hospedagem fechada que são pesquisadas no box presente em nosso site, ou seja, mais uma ajudinha que você nos dá sem precisar desembolsar nada a mais por isso


José Jayme
engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
Comentário(s) pelo Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo