segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Os melhores bares do Recife

Cada um de nós fez um 'Top 5' com os bares para onde gostamos de ir para tomar uma na cidade.
(Foto: arquivo Bike da Breja)
Leitores e clientes sempre nos perguntam sobre nossos bares preferidos no Recife. Quem nos acompanha aqui no blog, deve saber que nós trabalhamos com cervejas especiais (importadas, premiadas brasileiras e artesanais pernambucanas). Temos operações de beer truck e beer bike em food parks e eventos pela cidade.
Poderíamos até puxar a sardinha para o nosso lado, indicando o Apolo Beer Cafe, no Garage Food Trucks (ao lado da Igreja do Espinheiro), mas nós estamos lá a trabalho. Não pra curtir... Foi aí que surgiu a ideia de escrever este post sobre os lugares onde nós gostamos de beber na capital pernambucana, para onde vamos quando clientes.
São duas listas, uma da Nívia e uma do Jayme, feitas individualmente, sem que um conhecesse a lista do outro. A regra era citar cinco estabelecimentos atualmente em funcionamento, não citar bares de outras cidades e não colocar citas as nossas próprias operações.
Conheça agora os bares que mais amamos no Recife. As listas ficaram assim:

Lista da Nívia
  1. Box Vitória Régia (Praça de Casa Forte) – Fica na esquina de casa (dá pra ir a pé e de chinelo), fica aberto até altas horas (dá pra passar lá depois do nosso expediente), o filé com fritas é ma-ra-vi-lho-so e a cerveja sempre sai gelada. Os garçons Moura e Dedé são muito gente boa, o DJ Agui Rock toca vinilzão.
  2. Capitão Taberna (Shopping Parnamirim) – Casa de cervejas especiais, com bicos de chope artesanal, ambiente acolhedor e sempre cheio de amigos. O caldinho de feijão, feito por Renato (um dos sócios do Taberna) é espetacular. Para ir num sábado à tarde, jogar um pouco de conversa fora e dar boas risadas.
  3. Bar do Vizinho (Mercado da Boa Vista) – Fica dentro de um mercado no centro da cidade e frequentemente lota, então é preciso chegar cedo. Não oferece cervejas especiais, mas as normais estão geladíssimas. Há uma carta de caldinhos com uns 20 sabores, mas o que ganha mesmo o meu coração, no Vizinho, é a simpatia dos donos Laura e Luís!
  4. Bar do Tonhão (Bairro da Encruzilhada) – O pai de todos os arrumadinhos de charque está neste bar simples numa rua próxima ao Mercado da Encruzilhada. O atendimento até deixa um pouco a desejar, mas o arrumadinho de charque é O arrumadinho de charque! Apenas vá e comprove!
  5. Aconchego do Matuto (Bairro da Boa Vista) – O nome é Aconchego do Matuto, mas todo mundo conhece como Bar do Lulinha. Este bar reúne a galera do interior que veio morar no Recife e, por muitos anos, foi o meu QG. Faz tempo que eu não apareço por lá, mas AMO o local e sinto falta de lá. Comida boa e conta barata!

Lista do Jayme
  1. Box Vitória Régia (Praça de Casa Forte) – Lugar aconchegante. Apesar de ficar no coração da região nobre do Recife, tem aquela cara de botecão mesmo, com cerveja barata, garçom amigo e petisco bom, com destaque para o filé com fritas, que mudará a sua percepção de o que é uma boa comida de bar.
  2. Recanto Paraibano (Bairro do Parnamirim) – Provavelmente o mais antigo da minha lista e já consolidado na região norte do Recife e bastante frequentado por quem quer ver jogos de futebol. Gosto do atendimento, da variedade de cervejas, do clima descontraído dos frequentadores e dos petiscos.
  3. O Bragantino (Mercado da Encruzilhada) – Gosto do clima de mercado. O Bragantino tem uma boa comida portuguesa, tendo o bolinho de bacalhau como carro-chefe. Impossível comer poucos. O garçom Leo é bem engraçado, faz o frequentador se sentir em casa.
  4. Bar Central (Centro do Recife) – Apesar de fazer bastante tempo que eu não vou ao Central, sempre que apareço gosto muito da comida e do atendimento. O público que frequenta o local é bastante interessante, também, o que sempre rende boas conversas.
  5. Venda de Seu Antônio (Poço da Panela) – Por incrível que pareça, gosto muito do tumulto do local, que fica apinhado de gente na frente, do atendimento e da proposta de fazer o lugar parecer uma vendinha antiga de interior. A decoração é bem original.
O mapa ficou assim. Em cor de rosa, os bares preferidos da Nívia; em azul, os bares favoritos do Jayme. Em roxo, o único bar que figurou nas duas listas, e em primeiro lugar em ambas: o Box Vitória Régia.



Nívia Gouveia
é jornalista, travel-writer e professora de língua portuguesa. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.

José Jayme
engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
Comentário(s) pelo Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo