segunda-feira, 20 de março de 2017

Visite o Rio de Janeiro e apareça na TV!

Nívia quis aproveitar a ida ao Rio de Janeiro para ir ao Projac e acompanhar ao vivo a gravação de um programa de TV. Acabou conhecendo a Fátima Bernardes!
Muitos amigos meus tomaram um susto enquanto assistiam ao Encontro, com Fátima Bernardes, na rede Globo dias atrás. De férias no Rio de Janeiro e sem avisar a quase ninguém, eu resolvi participar para mostrar a você, leitor do blog, como é fácil e como pode ser uma programação legal.
Tudo começou quando, eu, de viagem de férias marcada para o Rio, fui planejar o que queria ver e fazer na cidade. Muitos amigos indagavam se eu iria ver ‘artistas’, se eu iria ao Projac e tal. De fato, uma das coisas que mais se pensa quando se fala em Rio de Janeiro é a quantidade de atores, cantores e celebridades pelas ruas. Não é algo que me chame a atenção, mas eu acredito que muuuita gente que vai ao Rio quer, SIM, vê-los, tirar fotos, trocar umas palavras, tietar. E que mal há nisso? Nenhum, não é mesmo? Curiosidade humana.

Na plateia do Encontro com Fátima Bernardes
Tendo em vista essa curiosidade, resolvi procurar na internet algum caminho para participar de programas de TV. Qual não foi a minha surpresa quando eu não achei material em nenhum blog? Fui achar no próprio site da TV Globo, o GShow. Clicando aqui você vai direto para a página, sem ter que ficar procurando.
No site, eu poderia escolher de qual atração gostaria de participar. Havia Domingão do Faustão, Altas Horas, Caldeirão do Huck, The Voice Kids e o Encontro com Fátima Bernardes. Alguns são gravados no Rio e outros em São Paulo, o que já restringiu a minha escolha. Entre os do Rio, precisei escolher algum que fosse gravado ou ao vivo nas datas em que eu estaria lá. Acabei optando pelo Encontro com a Fátima Bernardes, pela facilidade de datas e porque eu sou fã dela.
Fiz tudo isso sem saber quem seriam os participantes ou o tema do programa naquele dia. Eles não divulgam com antecedência. Tendo escolhido, precisei preencher um formulário com todos os meus dados e até com algumas perguntas abertas, talvez até para que surja algum tema para a produção. Feita a inscrição, é só esperar.
Dias depois, recebi um e-mail da TV Globo afirmando que eu fui selecionada para participar e dando as coordenadas para onde deveria ir, em que horário comparecer, e de como seria no dia do programa. À medida em que o dia ia se aproximando, recebi algumas mensagens por SMS pedindo para confirmar, por exemplo, se eu iria só ou com acompanhante.
Como a TV Globo não fornece cabelo e maquiagem para a plateia, é bom você dar um tapa no visual antes de ir. Foi o que eu fiz no dia anterior, porque eu não queria aparecer feia, né? Salãozinho de beleza na véspera para ajeitar os cabelos e as unhas. Você pode até achar que é bobagem, mas se eu não tivesse me organizado, estaria com vergonha até a terceira geração... Daqui a pouco eu conto o porquê.
No dia combinado, acordei às 5h da manhã, me arrumei rapidamente e peguei um metrô. Eu estava no bairro de Botafogo, e poderia ter feito o trajeto de ônibus, mas tive medo de me atrasar, porque deveria estar na porta do Projac às 8h, e quem conhece o Rio sabe o quanto é longe. Peguei a linha 1 do metrô em direção a General Osório, que fica no bairro de Ipanema. General Osório é a última estação da linha 1. De lá, troquei de metrô para a linha 4 até Jardim Oceânico, no bairro da Barra da Tijuca. Descendo na Barra, tomei o BRT Madureira Expresso, que tem esse nome por parar em poucas estações. Uma delas é em Curicica, perto do Projac.
Mas, ainda dentro do BRT, as pessoas não estavam seguras se aquela composição pararia de fato no bairro de Curicica, ou se eu conseguiria ir a pé de salto alto até o meu destino, então decidi descer uma parada antes, no Rio2 (é a parada do Parque Olímplico) e, de lá, chamei um Uber, por garantia. O Uber deu baratinho, menos de R$ 10, e me deixou na portaria de triagem de público em poucos minutos. Acabou valendo a pena.

Na porta do Projac, eu, a 'Robert Feliz' comecei a aparecer na foto dos outros e acabei fazendo amizade com essas três criaturas fantásticas: Carla Santana, Cristina Santana e Heleno do Trapiche. (Foto: Cristina Santana)

Amigos que a gente faz pelo caminho fazem qualquer viagem valer a pena! (Foto: Heleno do Trapiche)

Às 8h em ponto, as produtoras do programa começam a triagem. Conferem documentos de todas as pessoas que estão na lista, entregam um formulário de cessão de uso da imagem e da voz, que todos devem preencher e assinar. Feito isso, entregam chaves de armários, para que todos guardem os seus pertences. Não é possível entrar com quase nada no estúdio, inclusive câmeras fotográficas. Fica tudo nos armários.
Recebemos, então, um café da manhã. Nada chique, mas bem servido. Sanduíches, suco, bombons, bolachinhas... E depois fomos encaminhados para uma sala grande e cheia de cadeiras onde as produtoras Monalisa e Lara nos explicaram qual seria o tema daquele dia, quem eram os convidados, se alguém teria alguma história legal sobre o tema, para que fosse inserida no programa. O tema era ‘Avós’.
Pediram para que escrevêssemos em um papel frases que ouvimos/ouvíamos dos nossos avós, que eles fariam cartazes e nós exibiríamos em um determinado momento do Encontro. Escrevi algo que meu avô João me dizia: Quem faz o relógio, é o braço que o carrega. Dadas as orientações, fomos alinhados e seguimos em fila pelos estúdios da Globo. Passamos em frente aos estúdios das novelas Novo Mundo, Rockstory e Além do Tempo, e também do estúdio do Vídeo Show, que fica numa redoma de vidro, projetado sobre o corredor dos estúdios das novelas. Muito fera!

Em fila, passeamos pelos estúdios do Projac.
Cristina Santana e eu rindo por não reconhecer os atores jovens que passavam ao nosso lado, enquanto as meninas na faixa dos 20 anos se esgoelavam por eles.











Perfilados na entrada do estúdio da Fátima, alguém da produção vem “pescar” as pessoas que se destacaram na triagem, para que sentem em posições estratégicas na plateia. Como o tema era ‘Avós’, escolheram duplas de avós e netos. Em seguida, separam grupos de cinco pessoas e essas entram em fila para preencher as demais fileiras. Não há, por exemplo, e eu sempre achei que houvesse, o critério de colocar as pessoas mais bonitas ou mais jovens na frente. Vai entrando, vai sentando. Simples, assim.
Um ‘animador de plateia’ vem explicar como será o programa, para que as pessoas evitem de ficar conversando, ou levantando fora de hora, e deixem o celular em modo avião. Também dá o direcionamento quanto as palmas, que podem ser muito úteis ou atrapalhar o áudio da gravação. Então ele combina certos gestos com a plateia, como por exemplo ‘aplaudir mais baixo’, ou ‘todos de pé’. Esse cara fica sempre atrás das câmeras.
Fátima e os convidados entram no estúdio para testar microfones e luz. No dia em que eu fui, os convidados eram a atriz Fernanda Rodrigues, o humorista Luís Lobianco, os cantores Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci. Enquanto isso, um monitor passa ao vivo a programação da Globo, onde se pode ver o Bem Estar. Fátima entra ao vivo no Bem Estar para chamar o público para que assista o programa. Mostra os convidados, todos aplaudem. É bem interessante.

Fernanda Rodrigues falou de sua relação com a sua avó. (Foto: Carolina Morgado/GShow)
Luís Lobianco falou de sua nova peça. (Foto: Carolina Morgado/GShow)
Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci cantaram músicas de seu novo projeto. (Foto: Carolina Morgado/GShow)
Depois da entrada ao vivo, um sinal indica que faltam 10 minutos para começar. Ela lê os cartazes com as frases dos avós, um a um. Últimos retoques de maquiagem e cabelo, últimas conferências de links com repórteres que entrarão ao vivo. Lair Renó, assistente da Fátima, conta piadas, relaxa a plateia e é hora de entrar no ar.
Fátima conduz aquilo tudo com maestria. Domina convidados, plateia e público de uma forma impressionante. Acaba que o ‘animador de plateia’ nem tem muito trabalho, porque Fátima consegue exatamente o que quer dos participantes. Para mim, que sou comunicadora, foi uma aula!

Fátima Bernardes domina o palco!
Na hora em que ela pediu para que nós levantássemos os cartazes com as frases dos avós, eu agradeci por ter ido ao salão. Não é que ela escolheu justamente o meu para falar? Pediu para que eu contasse em que contexto ele falava a frase, eu contei e todos aplaudiram. Foi muito bacana! Mais ainda porque eu estava bonitinha. Imagina se ela me chama e eu estou bruxa... Quero nem pensar. Hahahahah!

Frase de Vovô João no cartaz que a produção da Fátima confeccionou.

A gravação segue e nós vamos acompanhando, aplaudindo, chorando, dando gargalhadas. Uma hora passa e você nem percebe. Juro! Quando termina, ela chama as pessoas que foram entrevistadas para as fotos (uma geral e uma individual) e, depois, tira uma foto geralzona com toda a plateia. Claro que na minha vez eu fiz graça, né? Disse que ela arrasou de calça branca na Sapucaí, e que calça branca era só pros fortes. Ela caiu na risada. Tá aí a nossa foto:

Aquela hora que você encontra com um ícone da sua profissão e fica com cara de boba... Assumo: SOU FÃ!
(Foto: Carolina Morgado/GShow)
Depois disso, voltamos para a primeira sala de triagem para responder a um questionário rápido de satisfação e somos liberados para voltar para casa ou hotel, para quem não é do Rio. O que eu posso dizer sobre a experiência é que superou todas as minhas expectativas, e que é algo que eu recomendo para quem vai passar uns dias no Rio de Janeiro.

Para ver o programa na íntegra, clique aqui! Se quiser ir direto para a parte em que eu falo, vá para o minuto 27’, mas o programa foi tão legal, que eu veria todo se fosse você! E todas as fotos dos bastidores feitas pelo GShow estão aqui.


Leia também:

O Rio de Janeiro de Machado de Assis
Carnaval de rua do Rio de Janeiro
O que visitar no Rio de Janeiro pós-Olímpico
Passeios a pé pela urca


Nívia Gouveia
é jornalista, travel-writer e professora de língua portuguesa. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
Comentário(s) pelo Facebook:

1 comentários:


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo