segunda-feira, 2 de setembro de 2013

A Salzburg da Noviça Rebelde

Entrada do palácio de Mirabell.
Cinema e viagem sempre tiveram uma intrínseca relação. A imagem de castelos medievais, por exemplo, está na mente mesmo daqueles que nunca tiveram a oportunidade de sair do país. Nesse sentido, poucas relações são tão fortes e duradouras como a do filme “A Noviça Rebelde” (Sound of Music, do original em inglês) com a cidade de Salzburg, quarta maior da Áustria. Apesar de ser a terra natal do compositor Mozart, cujo apelo turístico é disputado por muitas outras cidades do leste Europeu, a presença da Noviça Rebelde é marcante em cada esquina.
Lojas de suvenires tocam as principais canções do musical enquanto vendem toda sorte de quinquilharias alusivas ao filme. O hostel Yo-Ho, localizado próximo a estação de trem da cidade, exibe a película todos os dias as 19h para que os turistas menos avisados fiquem a par da história da família Von Trapp. A maioria dos guias e sites recomenda um dia para conhecer a cidade, mas, se você gosta do filme e quiser visitar suas locações, é melhor incluir mais um dia.
Nosso amigo ai, funcionário do Hostel Yo-Ho, sabe de cor as falas do filme.
Ainda quando o filme era novidade para todos, a primeira exibição, que foi realizada na cidade, foi assistida por um publico de 80 mil pessoas. O curioso disso é que a pequena Salzburg tinha, na época, uma população de 65 mil habitantes.

Pelos caminhos de Maria

Dá para imaginar as crianças correndo nesse túnel?
As áreas mais interessantes a se conhecer são próximas, o que facilita o turismo pela cidade. Comece a visita pelo Parque e Palácio Mirabell. Os belíssimos jardins foram cenários das cenas da música “Do-Re-Mi”, quando Maria visita a cidade com as crianças. O passeio é gratuito, mas no castelo há um teatro de marionetes, que é pago.

Jardins de Mirabell.
No Centro Histórico vá à Residenzplatz, a Kapitel-Platz e a Domplatz. As três praças contíguas serviram de cenário para a chegada de Maria à cidade. Nesse circuito estão localidados o Museu de História, a fonte com os cavalos, onde Maria canta “I have confidence”, a Catedral de Salzburg e os arcos da Domplatz, presentes no filme.
Arcos da Domplatz vistos da Residenzplatz.

Residenzplatz e Museu de História ao fundo.

Maria chega à Salzburg pela Kapitel-Platz. Nívia imita a cena.
Na Kapitel-Platz há uma escultura muito moderna e intrigante chamada Sphaera, feita em 2007 pelo artista plástico alemão Stephan Balkenhol. Basicamente a obra se trata de um garoto sobre uma bola dourada olhando em direção ao morro. As pessoas param para procurar o que o menino está observando.
A escultura Sphaera.
Ao fundo, no alto do morro, você verá a fortaleza Festung Hohensalzburg, acessível a pé ou via funicular (11 Euros). O espaço é aberto para visitação e tem uma ótima vista da cidade. Mas o que vale mais a entrada é que Festung Hohensalzburg é a única fortaleza medieval totalmente preservada da Europa. Antes de subir, conheça o Cemitério de St. Peters, ao pé do morro, com túmulos bem característicos, de importantes famílias da cidade, além de catacumbas escavadas nas rochas. A entrada as catacumbas custa 5 Euros.
Castelo Festung Hohesalzburg, melhor vista da cidade.
Canhão da fortaleza.


Cemitério St. Peters.

Para os mais fãs

Algumas locações ficam mais afastadas do centro, quase todas ao sul de Salzburg. Uma delas é a casa do Conde Von Trapp. Nós não chegamos a ir, mas sabemos que três palácios foram utilizados – O Frohnburg e o Hellbrunn para cenas externas e o Leopoldskron para cenas internas e externas. Por serem propriedades particulares, não é possível entrar. Só olhar de longe. O coreto (ou gazebo) onde o Conde Von Trapp e Maria dão o primeiro beijo estava inicialmente no palácio Leopoldskron, mas, devido ao inconveniente volume de turistas, foi transferido para o Palácio de Hellbrunn.
Para os fãs mais fervorosos, o templo utilizado para as cenas do casamento foi a igreja de Sankt Michael que fica na cidade vizinha, chamada Mondsee. Também é possível conhecer as montanhas que foram o cenário da abertura e encerramento do filme, mas se você quiser ter acesso a isso tudo, de forma mais fácil, é recomendado fazer um tour pago. Existem vários na cidade mas o “Sound Of Music”, à venda nos principais hotéis e centros de turismo da cidade, é o mais conhecido.


Para quem não viu o filme

A história se passa em Salzburg, pouco antes da II Guerra Mundial. A noviça Maria é solicitada a ajudar o autoritário viúvo Conde Von Trapp a cuidar dos seus seis filhos, famosos por serem difíceis de educar. Em meio a brincadeiras e músicas, Maria cria uma relação afetuosa com as crianças e se apaixona pelo conde, com quem vem a se casar.
Na segunda parte do filme, o conde Von Trapp, cujos ideais vão de encontro aos do nazismo recém implantado, planeja uma fuga às escondidas da Áustria com Maria e as crianças. Alguns podem não saber, mas a historia foi baseada em fatos reais, menos, é claro, o fato das pessoas pararem tudo e começarem a cantar.
Viva este cenário de cinema!
Para chegar na Áustria vindo do Brasil, a Condor Linhas Aéreas é uma das melhores opções, com voos semanais partindo do Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife direto para Frankfurt, sem escalas. De lá, você pode fazer uma conexão ou mesmo seguir por terra, de trem, ônibus ou carro. Se quiser fazer uma cotação e já sonhar com mais essa viagem, clique aqui.

Leia também:


E não esqueça de fazer sua cotação de seguro de viagens com o nosso parceiro Real Seguros. É mais barato do que você imagina e, comprando em nosso link de vendas, você ajuda nosso blog a se manter vivo sem gastar nada a mais com isso. Clique aqui e saiba mais.

Se busca por hospedagem, pesquise em nosso buscador do Booking. O site, que também é nosso parceiro, para ao blog uma comissão por hospedagem fechada que são pesquisadas no box presente em nosso site, ou seja, mais uma ajudinha que você nos dá sem precisar desembolsar nada a mais por isso.



José Jayme
engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
Comentário(s) pelo Facebook:

2 comentários:

  1. Até eu, que nunca vi o filme, fiquei com vontade de conhecer o lugar e tirar fotos iguaizinhas assim!

    ResponderExcluir
  2. Estive em Salzburgo mas foi somente durante uma tarde, tive muita vontade de explorar mais as locações do filme. Muito legal ver tudo bem contato por aqui, aliás meu blog é justamente sobre viagem e cinema, por isso nem preciso dizer que adorei o post. Abraços.

    ResponderExcluir


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo