segunda-feira, 18 de maio de 2015

The Hostel Vila Mariana: um palacete para chamar de seu


Hoje temos uma dica para quem quer ir a São Paulo, não quer gastar muito e tem receio de ficar em albergue. Participarmos em abril da World Travel Maket – Latin America, que aconteceu na capital paulista e, através da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagens (RBBV), contamos com a parceria do The Hostel Vila Mariana para ser nossa casa nos dias da feira.

De cara, o que nos impressionou no local foi o prédio onde funciona o recém-inaugurado hostel: um antigo palacete de 1926 com arquitetura original bem preservada, como as escadarias, vitrais e entalhe das paredes. A suntuosidade é resquício da família de judeus que construiu o casarão. Há afrescos nas paredes, mármore no piso, madeira de lei nas paredes. Tudo muito bonito.




O albergue conta com 8 quartos mistos, que vão de 8 a 16 camas. Pode parecer muito, mas esses quartos coletivos são bem estruturados e não parecem abrigar tanta gente à noite. Os quartos são grandes, têm pé direito alto e mezaninos. As camas estão dispostas como em uma grande colmeia, todas isoladas e com tomadas individuais (um diferencial que, infelizmente, ainda não vemos em todos os hostels). Parece com aqueles hotéis japoneses que são vistos na TV. Quartos muito bons para quem viaja em grupos grandes e quer que todo mundo fique junto.



Os banheiros são fora dos quartos, mas isso não chega a atrapalhar, porque eles estão em número suficiente para não gerar filas, mesmo com casa lotada. A limpeza é outra coisa que não deixa a desejar. Funcionárias bem gente boa lavam, limpam e arrumam tudo.
Além desses quartos coletivos, há três suítes privadas no térreo, para quem não abre mão da privacidade, e uma deslumbrante suíte máster de casal, que é um espetáculo à parte. Com dois ambientes, o quarto possui colunas e vitrais originais do palacete, piso de mármore, cama king size, uma saleta e um banheiro bastante funcional. Só vendo as fotos, aqui embaixo, para saber exatamente do que nós estamos falando.

Os preços da hospedagem variam de R$ 35 por pessoa no quarto coletivo a R$ 225 por casal na suíte máster.
Se engana quem, até aqui, ainda acha que o hostel tem cara de casa de vó. A pegada jovem, tão comum nos albergues, vem através da decoração. Móveis feitos com pallets, cores alegres, grafites nas paredes, tudo remete a um ambiente cheio de frescor. Um dos banheiros está recheado de cartazes de filmes (cuidado para não confundir o que é porta do banheiro e o que é parede! Hihihi!).




O café da manhã é bem reforçado, com café, chá, leite, pães, bolo, biscoitos doces e salgados, frutas, geleia, manteiga, requeijão, queijo e presunto. Daqueles que a gente quase nunca vê nos albergues por aí. Dá pra tomar café no Hostel e só comer bem mais tarde na rua, se você viaja com o orçamento apertado. É servido em um ambiente descontraído, aberto, mas com cobertura retrátil, para os dias de chuva.

Por fim, a localização também é bastante privilegiada. No bairro de Vila Mariana, a poucos metros da estação de metrô Ana Rosa e de um terminal de ônibus. Ainda fica perto de supermercados, farmácias, restaurantes etc. Na Vila você certamente encontrará ótimas opções noturnas nas proximidades. Não tivemos dificuldade para chegar e sair do local, mesmo à noite.


Enfim, recomendamos o The Hostel Vila Mariana! Passou pelo Controle Juntando Mochilas de Qualidade e é perfeito para quem quer experimentar um hostel com cara e jeitão de hotel!

Endereço: Rua Domingos de Morais, 775 - Vila Mariana, São Paulo, São Paulo, Brazil

Leia também:

Para fechar a hospedagem, pesquise em nosso buscador do Booking. O site, que também é nosso parceiro, paga uma comissão por hospedagens fechadas que são pesquisadas nos buscadores dos blogs parceiros, ou seja, mais uma ajudinha que vocês nos dão para continuar com o blog vivo e ativo.



E não esqueça de fazer uma cotação de Seguro Viagens com nosso parceiro Mondial Seguros e nos pedir o código promocional do mês. É bem mais barato do que você imagina e ainda ajuda nosso blog a se manter vivo. Clique aqui e saiba mais

Nívia Gouveia
é jornalista, travel-writer e professora de língua portuguesa. Mochileira convicta, leitora incurável, sonhadora juramentada, ela pertence a uma linda labrador chocolate chamada Shakira.
Comentário(s) pelo Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo