terça-feira, 5 de abril de 2016

O que visitamos em Viena


Já li em alguns lugares que Viena seria uma irmã mais nova de Paris: cosmopolita mas sem os vícios da capital francesa. Bom, também já ouvi o mesmo sobre Praga mas vai que a família de Paris é numerosa, né? Comparações à parte, de fato Viena impressiona pela arquitetura e a imponência de seus prédios. E as atrações da capital austríaca são diversas.

Como chegar

Posso estar enganado mas desconheço a existência de voos diretos entre o Brasil e a capital da Áustria. Porém, existem várias outras opções, como vir pela Alemanha (Frankfurt, por exemplo). Chegando na Europa Central, pode-se pegar outro voo ou mesmo ir de trem. Ou quem sabe alugar um carro. Viena acaba sendo um ponto bem central para quem quer mochilar pelo leste europeu e de lá, conhecer outras capitais como Budapeste, Praga, Bratislava ou mesmo outras cidades da Áustria, como Salzburg.


O que conhecer

A cidade é bem servida por metrô e bondes. Logo, não será difícil conhece-la, mesmo se quiser chegar em pontos turísticos mais distantes.

Palácio de Schönbrunn

Sendo o monumento cultural mais visitado da Áustria, o Palácio não só impressiona pelo seu tamanho mas pela grandiosidade do parque ao seu redor, que abriga o jardim zoológico mais antigo do mundo. Separe um bom tempo (e disposição) para caminhar no parque.





Alguém explica o que é essa figura?

Donaupark

Viena tem ótimos grandes parques mas iremos falar de um pouco conhecido do grande público. O Donaupark tem a curiosa característica de ter vários bustos de líderes revolucionários sulamericanos. Sim, você encontrará Che Guevara, San Martin, Salvador Allende, entre outros. O parque é amplo e ótimo para uma caminhada sem compromisso.
Ache a garota na foto

Das camisas para um busto




Caminhada pelo centro

Uma dica quase universal para conhecer grandes centros urbanos, e aqui não seria diferente. A região compreendida dentro da Ringstrass (anel viário que circula o centro da cidade) abriga diversos prédios importantes como o State Opera, o Museu de história da Arte, o Museu de História Natural, o Parlamento e o Viena City Hall. Não deixe de visita o Hofburg, complexo de prédios onde estão o Museu Sisi, o Tesouro Imperial e a Escola Espanhola de Equitação. Ali perto também está a Escola de Belas Artes de Viena, onde um jovem artista carregando algumas pinturas no braço e muitas esperanças na cabeça teve sua matrícula negada por ser considerado “medíocre”. Anos mais tarde, conheceríamos esse jovem artista como Adolf Hitler.
Opera de Viena

Museu Kunsthistorisches

Parlamento Austríaco

Parque ao redor do Museu Kunsthistorisches

Parte interna do Holburg

Holburg

Existem várias dessas balanças espalhadas na cidade

Cemitério central de Viena (Zentralfriedhof)

Mesmo que você não goste desse tipo de atração, vale a pena separar uma parte do roteiro para conhece-lo. De longe, este foi o maior cemitério que já visitamos, que de tão grande possui uma linha de ônibus interna para circular nele. Existem diversas alas aqui, como a dos judeus e das crianças. Atenção especial para a ala dos músicos, onde você encontrara os túmulos de Beethoven e Schubert, entre outros (pergunte na administração do cemitério, logo na entrada, em que direção fica a ala). Para viajantes de bolso mais folgado, há passeios de charrete.

Entrada

Ala dos músicos

Vista de dentro do ônibus
Túmulo de Beethoven

Mercado Naschmarkt

Não será dos melhores mercados populares que você terá visitado em vida mas se for fã deste tipo de equipamento público, aqui está mais um para carimbar seu passaporte de mercados. O espaço é aberto e possui diversas lojinhas, vendas ao ar livre, restaurantes e bares de vinhos. Vale a pena um fim de tarde aqui para comprar algumas frutas e tomar um bebida.









Vídeo de viagem


Para chegar na Áustria vindo do Brasil, a Condor Linhas Aéreas é uma das melhores opções, com voos semanais partindo do Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife direto para Frankfurt, sem escalas. De lá, você pode fazer uma conexão ou mesmo seguir por terra, de trem, ônibus ou carro. Se quiser fazer uma cotação e já sonhar com mais essa viagem, clique aqui.


Leia também:

Westbanh é uma ótima opção de trem na Áustria
A salzburg da Noviça Rebelde
Uma tarde em Bratislava

E não esqueça de fazer sua cotação de seguro de viagens com o nosso parceiro Real Seguros. É mais barato do que você imagina e, comprando em nosso link de vendas, você ajuda nosso blog a se manter vivo sem gastar nada a mais com isso. Clique aqui e saiba mais.


Se busca por hospedagem, pesquise em nosso buscador do Booking. O site, que também é nosso parceiro, para ao blog uma comissão por hospedagem fechada que são pesquisadas no box presente em nosso site, ou seja, mais uma ajudinha que você nos dá sem precisar desembolsar nada a mais por isso.



José Jayme
engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
Comentário(s) pelo Facebook:

2 comentários:

  1. Viena é linda mesmo! E as fotos do Palácio de Schönbrunn tão mara. No dia que eu fui tava muito frio, com neve. Assim no verão tá muito mais lindo!
    Mas a pessoa fantasiada correndo me deixou curioso hahahaha
    :)

    ResponderExcluir


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo
design + código gbml