domingo, 18 de agosto de 2013

Luxemburgo: A maior e mais charmosa cidade europeia, entre as menores.



Place de la constituicion
 Muitas vezes ignorado pelo pouco apelo turístico, ou mesmo por passar despercebido no mapa, o Grão-Ducado de Luxemburgo é uma opção que deve ser considerada se você estiver viajando entre a França e a Alemanha.
Aliás, a influência desses dois países está bem presente na arquitetura, na culinária e na cultura. O luxemburguês é a língua oficial, mas a maioria dos habitantes fala alemão, francês e inglês.
Apesar da proximidade, as influencias de Luxemburgo vão além de seus vizinhos. Sede de grandes bancos e de uma forte economia - quem vem blindando o país da recente crise econômica, boa parte de sua mão-de-obra vem do exterior. Não é difícil encontrar estrangeiros, sobretudo italianos e portugueses, trabalhando pela cidade, bem como restaurantes que atendam vários paladares. Todo esse prestígio econômico também tem um lado negativo: nos últimos anos, tantos imigrantes de países em crise refletiram no crescimento da criminalidade no país, mas nada que mereça maior preocupação e tire o charme desse pequeno país.

Influencia alemã na arquitetura

Alto custo

Se ganha bem em Luxemburgo, e também se gasta muito. A economia forte se reflete no custo de vida do país e você deve evitar que a capital se torne ponto de compras em seu roteiro. Estique um pouco o orçamento no período em que estiver aqui e evite gastos desnecessários, ou busque soluções econômicas para gastos inevitáveis (ver artigo Roteiro de viagem 03: Onde economizar). Refeições em restaurantes do centro custam em média 50 euros por casal, então é bom segurar as rédeas.

Como chegar

Gare du Luxembourg
A capital é bem servida de rodovias e trens, sendo a Gare du Luxembourg o portal de entrada para quem vem por este meio. A estação fica distante do centro de interesse turístico da cidade e, se sua hospedagem for lá, nem pense em fazer o caminho a pé. Voos diretos do Brasil são raros, mas você pode chegar via Frankfurt, Paris ou outras grandes cidades nos países vizinhos. Alugar um carro para conhecer o Grão-Ducado pode ser uma boa opção. Luxemburgo é conhecido como “O país dos sete castelos” e se você for um apaixonado por esse tipo de construção, pode ser uma boa oportunidade.

Caminhando pela cidade

Rio Clausen
As principais atrações podem ser conhecidas a pé, e em um dia. Caminhe pelo vale do Rio Clausen em direção ao centro por entre jardins e ruínas antigas. Fincado nas rochas, você encontrará um conjunto de cavernas escavadas e fortificações conhecidas como Casamatas. O conjunto foi esculpido ao longo dos anos e se tornou uma das fortalezas mais poderosas da Europa, protegendo a cidades desde os períodos romanos até nas duas grandes guerras. Talvez as placas de identificação não ajudem muito (muitas estão em alemão e francês), mas você encontrará funcionários da prefeitura, devidamente identificados, orientando os turistas. Esses sim, falando inglês, espanhol e italiano. A maioria dessas atrações é a céu aberto (e gratuito), porém a entrada nas cavernas custa cinco euros.
Casamatas
Siga em direção a Place de La Constituicion de onde você terá uma bela vista da cidade e pode apreciar o Monumento da Lembrança conhecido pela estátua que fica no topo, a Golden Lady. O monumento é dedicado aos soldados mortos em combate e é considerado pelos luxemburgueses como símbolo da ressurreição do país, depois da II Guerra Mundial. Indo para o centro histórico, também não deixe de visitar a Catedral da Abençoada Virgem, caminhar pela Praça Guillaume II (ótimo local para comida de rua) e dar uma passada no Palace Grand Ducale, mas nem pense que pode entrar lá, a não ser que você seja uma autoridade convidada pelo Grão-Duque.


Monumento da Lembrança
Palace Gran Ducale

Catedral da abençoada virgem

Luxembourg Féte

Luxemburgo tem uma ótima festa nacional, a Luxembourg Féte, onde se celebra a libertação do pais e o aniversário do Grã-Duque. Se quiser saber mais sobre ela, clique aqui para ler o artigo que fizemos.

Além da capital

vinhedos de Luxemburgo

Um passeio descompromissado à beira do Rio Mosel

Um dia em Luxemburgo é suficiente para conhecer os principais pontos turísticos da capital. Se quiser conhecer o interior, pode ficar mais um dia e visitar a região vinícola do país, em especial a cidade de Remich, na margem do Rio Mosel, divisa com a Alemanha. Ponto de veraneio de muitos luxemburgueses e alemães, o lugar é uma boa opção para descanso em meio a uma viagem corrida. Vale um passeio de barco, que custa nove euros e dura uma hora. Se não quiser embarcar, curta a orla! Muita gente faz piquenique, escoteiros promovem eventos de música e o vinho é bom e barato.
 
Se divirta em Luxemburgo!

Para chegar em Luxemburgo vindo do Brasil, a Condor Linhas Aéreas é uma das melhores opções, com voos semanais partindo do Rio de Janeiro, Fortaleza e Recife direto para Frankfurt, sem escalas. De lá, você pode fazer uma conexão ou mesmo seguir por terra, de trem, ônibus ou carro. Se quiser fazer uma cotação e já sonhar com mais essa viagem, clique aqui.

Vídeo de viagem



Leia também:

Festa nacional de Luxemburgo
Restrição de embarque de passageiros alcoolizados na Europa
Os perigos de uma viagem para o viajante brasileiro

E não esqueça de fazer sua cotação de seguro de viagens com o nosso parceiro Real Seguros. É mais barato do que você imagina e, comprando em nosso link de vendas, você ajuda nosso blog a se manter vivo sem gastar nada a mais com isso. Clique aqui e saiba mais.

Se busca por hospedagem, pesquise em nosso buscador do Booking. O site, que também é nosso parceiro, para ao blog uma comissão por hospedagem fechada que são pesquisadas no box presente em nosso site, ou seja, mais uma ajudinha que você nos dá sem precisar desembolsar nada a mais por isso




José Jayme
engenheiro civil, travel-writer, nerd de carteirinha, amante da boa comida e esportes em geral. Colaborador do guia e portal O Viajante.
Comentário(s) pelo Facebook:

1 comentários:

  1. Adorei as dicas,
    estou juntando para meu roteiro

    ResponderExcluir


Um casal de viajantes que resolveu juntar as mochilas e compartilhar suas aventuras de estrada.
Saiba mais sobre nós (+)

 
Juntando Mochilas © Todos os direitos reservados :: voltar para o topo